Bella Boutique

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Povoado Escondido também teve terras mecanizadas pela Prefeitura de Chapadinha, através da secretaria de agricultura

SHARE
Pelo olhar de uma criança pode-se enxergar que o futuro da produção agrícola está bem à frente e precisando de apoio do poder público para continuar dando bons resultados. E é com esse olhar de esperança e certeza de que está no caminho certo é que o governo de Ducilene Belezinha vem trabalhando em cada povoado do município as culturas com as quais a comunidade tem habilidade e vocação.
Aqui na região do povoado Escondido a 40 quilômetros de Chapadinha, 8 famílias deram as mãos e pela primeira vez realizam um trabalho em parceria com a prefeitura, através da secretaria de agricultura, hoje se preparam para a colheita do arroz.
A área com 5 hectares foi toda mecanizada e os produtores ainda tiveram orientação técnica de como lidar de maneira correta com a terra para atingirem maior produtividade. Seu Moisés, entre uma fala outra provava do arroz que já está quase no ponto de colheita. Ele conta que está na região há 12 anos e essa foi a primeira vez que os produtores tiveram um apoio na lavoura.

“Eu nunca tinha visto. Tô vendo agora em 2014. Aqui era roça no toco, agora foi toda aradadinha. Ficou só no ponto de nós plantar o arroz”, disse o agricultor, Moisés Almeida.

Dona Maria dos Milagres mora na região há 30 anos ela também conta que a iniciativa da Prefeitura de Chapadinha, em mandar mecanizar toda a área, sem nenhum gasto ao produtor, facilitou muito a vida das famílias.

“ Facilitou mais. E vamos colher. Estamos todos felizes. Antes o trabalho era no toco mesmo, aí a gente teve o apoio e tamo levando a vida pra frente”, declarou a agricultira, Maria dos Milagres Pereira Nascimento.

Esse só foi o primeiro passo que a prefeitura de Chapadinha, administração Ducilene Belezinha, está dando rumo ao desenvolvimento agrícola do município. O objetivo é aumentar ainda mais a produção no local. A área, que receberá os devidos cuidados para o cultivo, no próximo ano, deve subir para 10 hectares e mais famílias vão entrar no grupo. Nelsindo Netoé o proprietário da terra que foi cedida aos agricultores. Essa foi a primeira vez que firmou parceria com uma prefeitura e afirma que o resultado foi positivo. Ele acredita que no próximo ano vai ser ainda melhor.

“ A parceria foi através da prefeitura municipal e o proprietário, que sou eu. A prefeitura deu a aração e a terra. Essa foi a primeira vez que fizemos uma parceria. Com certeza melhorou muito e vai melhorar mais. Todo mundo tá na expectativa para esse ano dá melhor. Vai dá tudo certo!”, afirmou.

Outro produtor que está otimista é seu José Pereira de Sousa, ele mora no local há mais de 40 anos. Conhecedor das dificuldades da região ele destaca que nos governos passados só recebia promessas, mas agora eles tem o apoio para produzir e estrada.

“Da prefeitura estamos recebendo agora. Até então, os outros tempos não recebemos nada, nem estrada. Sempre precisamos, mas a prefeitura não ajudava. Nós não tinha condições de fazer. Pra pagar uma máquina pra vir aradar a terra pra nós, uma hora é muito cara! Estamos satisfeitos, agora vamos juntar e botar dentro de casa”, comemora o agricultor.

Acreditar na força de trabalho e no potencial do homem do campo é isso: investir enviando máquinas e abrindo estradas para poder mostrar às gerações futuras que ser agricultor é conhecer a terra, ser filho dela a trabalhar nela para tirar o sustento e gerar renda pra família.

ASCOM/PMC
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog