quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Banco do Brasil pede 15 dias de prazo para entregar casas; Belezinha discorda e quer entregar antes

SHARE
Blog do kim Pereira - quarta-feira, 12 de novembro de 2014
Em entrevista concedida na tarde desta terça (11), à Rádio Mirante, a prefeita de Chapadinha, Ducilene Belezinha, o secretário de Assistência Social, Francisco Paiva e o representante da construtora Amorim Coutinho, Daniel Batista, esclareceram sobre a suspensão da entrega das chaves das casas aos mutuários do Residencial José de Sousa Almeida 2, ocorrida ontem à tarde, por exigência do Banco do Brasil, o financiador do empreendimento.

De acordo com Belezinha, o Banco do Brasil pediu um prazo de 15 dias para que as casas sejam entregues aos mutuários que tiveram seus cadastros aprovados, mas que, segundo o banco, as casas só deverão ser entregues após a assinatura do contrato pelos mutuários.

A prefeita discorda veementemente da decisão do banco e disse que vai lutar, junto com a assessoria jurídica do município, para que este prazo seja reduzido. “Se todos já tiveram seus cadastros aprovados, o sorteio já foi feito, o que estão esperando? Estas pessoas moram de aluguel e precisam pagar outras contas com este dinheiro. Há meses que aguardam por este momento. Mas vamos lutar para que estas casas sejam entregues antes do prazo dado pelo banco”, disse a prefeita.

Belezinha esteve ontem pela manhã no residencial, conversando com os mais de 680 mutuários que foram receber suas chaves. Em seu pronunciamento ela falou da luta da prefeitura para que este momento pudesse acontecer e foi calorosamente aplaudida por todos. Mais de 200 chaves chegaram a ser entregues pela manhã, mas quando veio a tarde, a empresa teve que suspender as entregas, a pedido do Banco do Brasil.

Mais 1600 casas


No final da entrevista à Mirante, Belezinha anunciou que brevemente serão abertas as inscrições para o terceiro residencial, com 900 casas que estão em fase avançada de construção, próximo à Vila Barreiro, e que, logo em seguida, Chapadinha vai ganhar o quarto residencial, com a construção de outro conjunto, com 700 casas, ao lado do José de Sousa Almeida.

Fonte: Blog do William Fernandes 
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog