Bella Boutique

domingo, 12 de abril de 2015

A Prefeitura de Chapadinha vem realizando no residencial José de Sousa Almeida (Mil casas blocos A e B ) o Projeto Social de acordo com as exigências e seguindo as conformidades da Caixa Econômica Federal.

SHARE
Blog do kim Pereira - domingo, 12 de abril de 2015
Por SECOM/PMC

Na tarde da última sexta-feira (10), os moradores participaram de mais um encontro, onde estiveram presentes os secretários municipais de Infraestrutura, Aluísio Santos, de Assistência Social, Francisco Paiva, de Agricultura, Antônio José, Adjunta de Assistência Social, Márcia Portela, do trabalho, Zezinho Lima além das assistentes sociais, Jarlene Nogueira e Edlânia Barros responsáveis pelas atividades do projeto.
Na reunião o tema discutido foi sobre o acesso ao residencial. Os moradores tiveram a oportunidade de fazer perguntas ao secretário de Infraestrutura Aluísio Santos, que pôde esclarecer o motivo pelo qual o trabalho de construção da avenida ter sido paralisado. “A prefeitura é ciente que o anseio dos moradores é o melhoramento da estrada que dar acesso ao residencial, mas apesar de alguns empecilhos que tivemos para iniciar esse trabalho, esse problema vem sendo resolvido da melhor forma possível. Já estamos no fim de todo esse processo, e logo logo os moradores terão um acesso digno,” explicou o secretário.
Essa é a sexta reunião com os moradores articulado pela equipe técnica do Projeto Social. Atendendo, criteriosamente, ao cronograma de execução dos trabalhos que tem, como primeira etapa, o levantamento de necessidades da comunidade. E posteriormente, a realização de projetos sociais de geração de renda.
“Estamos desde dezembro do ano passado, executando ações dentro do residencial com um projeto que tem duração de nove meses. Nessa etapa estamos buscando soluções para os problemas da comunidade e após esse processo, atividades de geração de renda serão desenvolvidas. Todos os moradores são cientes de todos os passos do projeto,” ressaltou a assistente social Edlânia Barros, do Projeto Social do Programa Minha Casa Minha Vida.
Segundo o cronograma do projeto, as atividades de geração de renda escolhidas pela comunidade serão a última fase do projeto. No residencial, os moradores optaram por oficinas de corte e costura e Horticultura.
Para o secretário de assistência social, Francisco Paiva, a dedicação da prefeitura com esse projeto supera as expectativas de todos. “Estamos na primeira etapa, com a socialização e resolução de problemas coletivos do residencial. Trabalhar juntamente com a comunidade é o objetivo principal do projeto, e isso vem acontecendo de forma responsável e com muita dedicação,” disse o secretário.
Através do Projeto Social, as famílias passaram a receber visitas domiciliares periódicas das assistentes sociais que atendem aos moradores com um olhar social minucioso. O abastecimento de água do residencial é um exemplo de problema solucionado depois da sensibilização dos moradores para estarem em reuniões discutindo juntamente com órgãos e instituições competentes.
A próxima reunião ficou marcada para o dia 24 de abril e o tema escolhido pela comunidade foi a questão de limpeza e saúde pública.
SHARE

Author: verified_user

Um comentário:

  1. Excelente novidade de trabalho, nao precisa comprar nem vender nada: A infinity line totalmente segura, e amparado pelo artigo 538/541 do codigo civil brasileiro. Pagamento 100% em sua conta bancaria, nao tem intermediarios, nao exisye mensalidades, nao existe riscos. Confira Contatos: email:diniz.rdd@gmail.com Watts app (92) 982587775 Link para cadastros- http://www.oficceinfinity.org/diniz2019

    ResponderExcluir

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog